A Acamedia de Detectives Holmes forma jovens detectives para que enfrentem os seus rivais, o Impédio de Cavalheiros Ladrões. Cada detective possui um poder especial, a que se chama de “toy”.

As quatro melhores alunas da escola, a equipa Milky Holmes, passam subitamente a piores alunas por perderem os seus toys quando enfrentavam a mais famosa ladra do Império dos Ladrões. Como se isso não bastasse, a ladra e os seus comparsas infiltraram-se na Academia. As quatro meninas terão que lutar para recuperar os seus “toys”.

Moe ataaaaack! Quatro meninas super moe, cada uma com a sua cor e personalidade característica, numa história bastante típica de magical girl. Tem um tom infantil – nem vale a pena uma pessoa espantar-se por a vilã de uma história para crianças ser super sexy – com muitas flores e lacinhos e outros elementos femininos.

A animação é bastante fraca e o design é bastante bom numas coisas e bastante mau noutras: tudo o que diz respeito a elas é bom, desde o ar moe geral aos uniformes tanto da escola como de detectives; já os vilões têm um design terrível, principalmente os homens que estão demasiado femininos. Os cenários são pouco elaborados, característicos de shoujos com pouco orçamento.

Achei curioso ser um magical girl em que as protagonistas começam na mó de baixo, não fazem nada certo e falham em tudo o que tentam conseguir fazer. É para apreciadores de magical girls, para públicos muito jovens ou para quem estiver à procura de uma dose moe. Quem procurar uma boa história, não deverá ser aqui que a vai encontrar.