O nome Ghibli vem do nickname italiano para os aviões de reconhecimento utilizados na Segunda Guerra Mundial. O que pode isso ter a ver com um estúdio de animação? Bem, o nickname do avião vem da palavra que na Líbia quer dizer “vento quente que sopra sobre o deserto do Sara”. Com a pronuncia japonesa, ficou Ghibli e a ideia seria o estúdio soprar um novo vento na indústria do anime.

Eu sou uma grande fã deste estúdio. Não só é sinónimo de qualidade de animação, como as histórias são únicas e especiais para mim. O objectivo desta série de posts será falar um bocadinho de cada um dos filmes por ordem cronológica. Como ainda me faltam alguns filmes para terminar a colecção, terei que saltar alguns anos.

Only Yesterday

 

Outros títulos: Omohide Poro Poro, Memories Like Falling Rain Drops, Memories Like Falling Teardrops

Ano: 1991

Realizador: Isao Takahata

Resumo: Taeko Okajima é a típica “office lady” de uma grande empresa numa grande cidade. Quando tira umas férias para ir ao campo trabalhar numa produção de flores em Yamagata, a viagem fá-la recordar o seu 5to ano da escola. Durante a sua estadia, trabalha alegremente como uma agricultora e é rodeada por pessoas afáveis que a fazem reconsiderar as escolhas que fez para a vida.

Pensamentos: Mais uma vez, Isao Takahata pega num tema mais terra a terra e faz um filme mais lento e extremamente realista. Vemos retratados os anos 50 e os anos 80, a cidade e o campo e a mentalidade das pessoas de uma forma simples e, quanto a mim, extraordinária. O choque de culturas e o choque de gerações acompanhados de uma imagem da família, uma interessante visão do papel do homem na natureza e o retrato de uma infância.

Porco Rosso

 

Outros títulos: Crimson Pig, The Scarlet Pig, Kurenai no Buta

Ano: 1992

Realizador: Hayao Miyazaki

Resumo: Durante os primeiros anos da Grande Depressão, a vida no Mediterrâneo complicou-se. Ataques de piratas do ar eram frequentes, daí a necessidade de ter “guarda-costas” capazes. Um dos melhores é um porco conhecido por Porco Rosso. Já foi um humano e um piloto ás durante a Primeira Guerra Mundial, e agora oferece os seus serviços àqueles que têm problemas. O regime fascista que tomou conta da Itália cansou-se das intervenções dele e pôs a sua cabeça a prémio.

Pensamentos: Um estilo diferente do habitual do Miyazaki, mais voltado para o humor e para uma história simples. O que achei mas engraçado neste filme foi o facto de ninguém achar estranho que um porco vestido de gabardine ande por aí a pilotar aviões. O design dos piratas do ar está muito engraçado, que é como quem diz que têm todos uma cara muito semelhante mas muito cómica. Os ares europeus correm pelo filme, principalmente franceses e italianos, dão-lhe algun charme e covenhamos que não é fácil fazer um porco parecer cool.

Whisper of the Heart

 

Outros títulos: Mimi wo Sumaseba, If You Listen Carefully

Ano: 1995

Realizador: Yoshifumi Kondo

Resumo: Shizuku é apaixonada por livros e planeia passar as suas férias na biblioteca a ler e a fazer uma versão em japonês da música Country Road de John Denver. Mas os seus planos são alterados quando repara que o nome Seiji Amasawa aparece na lista de biblioteca de todos os livros que ela leva. Um dia encontra um gato misterioso no comboio e decide segui-lo, encontrando uma loja onde Seiji trabalha fabricando violinos.

Pensamentos: Uma história sobre dois jovens que procuram descobrir quem são e quais os sonhos que querem e, também importante, podem seguir. É difícil de dizer o que tem o filme de extraordinário: talvez seja o realismo, talvez sejam os sonhos. Um jovens que sabe o que quer e cujo sonho ele pode atingir e uma jovem que não sabe se deve desistir do dela ou não. Muito alegre, com gatos à mistura e a animação que esperamos do estúdio Ghibli.

Princesa Mononoke

 

Outros títulos: Princess Mononoke, Mononoke Hime

Ano: 1997

Realizador: Hayao Miyazaki

Resumo:Enquanto enfrentava um deus-demónio para proteger a sua aldeia, Ashitaka é tocado por ele e recebe assim uma maldição fatal. Parte da aldeia em busca de uma cura e começa a sua viagem para a floresta habitada por animais-deuses. Ai encontra-se no meio de uma guerra ente a florestas e a cidade do ferro.

Pensamentos:Um dos filmes mais famosos de Miyazaki e não é por acaso. Ashitaka vê-se rodeado por uma guerra que opõe a floresta à civilização e em que nenhum tem razão, pois em vez de alimentarem um ódio destrutivo deviam procurar uma coexistência pacífica. A toda esta filosofia é acrescentada a magia de seres fantásticos – os pequeninos da floresta são tão giros! – e uma animação impecável. Muita acção e aventura, personagens com personalidade e ideais e umas quantas reviravoltas na história. A não perder.

A Viagem de Chihiro

 

Outros títulos: Spirited Away, Sen to Chihiro no Kamikakushi

Ano: 2001

Realizador: Hayao Miyazaki

Resumo: Chihiro vai em viagem com os pais a caminho da sua casa nova. No entanto, perdem-se pelo caminho e descobrem o que parece um parque temático abandonado. Não há ninguém, mas há comida e os pais da Chihiro estão cheios de fome. Mas longe de ser um parque temático, o que encontraram foi uma casa de termas para deuses e espíritos onde os humanos não são nada bem-vindos e como castigo de terem comido sem permissão, os pais da Chihiro são transformados em porcos.

Pensamentos: A história de Alice do País das Maravilhas reinventada. A princípio é tudo muito confuso: onde está ela, o que são todas estas criaturas? Depois vamos entrando no mundo da estância termal, governado por uma bruxa que rouba os nomes às pessoas. Personagens originais, criaturas estranhas, cenários lindíssimos e uma animação excelente fazem deste filme uma obra-prima e um dos meus favoritos filmes anime.