Ryner e Ferris andam no país vizinho, com o qual o seu próprio país está em guerra, em buscar de relíquias pertencentes aos Heróis Lendários. Ryner tem poderes mágicos enquanto que Ferris é uma excelente lutadora. Enquanto isso, o heroi Seinon Astal trata no palácio de ocupar o lugar no trono. Foi essencialmente isto que depreendi do primeiro episódio.

It’s gonna be len… wait for it… … or maybe not. The Legend of Legendary Heros, com o seu título pleonástico, é a nova série de high fantasy passada num mundo medíeval onde a magia é real. A animação é boa, os cenários também e, para além da horrível fatiota cor-de-rosa da Ferry, o design dos personagens é muito agradável. O único defeito que me saltou à vista foi a incapacidade de me fazer interessar… Pareceu-me tudo demasiado típico, demasiado deja vu. Haver pouco desenvolvimento no episódio não ajudou. Talvez já tenha lido demasiada fantasia, visto demasiados filmes e séries para ser facilmente impressionável. Ou talvez vá sempre com demasiadas espectativas para este tipo de história. Na literatura ainda vou encontrando novos autores que me surpreendem. No anime, está difícil. Mas enfim, não vou desistir já.